Famílias indígenas de Uiramutã-RR recebem crédito do Banco da Amazônia




R$ 55 mil foi o total destinado para a produção de mandioca e criação de animais 

Um total de 22 famílias indígenas da comunidades rurais de Maturuca, Flechalzinho, Pavão, São Gabriel e Pé de Serra, localizadas no município de Uiramutã-RR, no extremo Norte do Brasil, distante 206 km da capital Boa Vista, assinaram contrato de financiamento com o Banco da Amazônia (BASA) e receberam o crédito de R$ 55 mil com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), através da linha Pronaf B. As operações foram realizadas pelo aplicativo BASA Digital na última sexta-feira (04), em parceria com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado de Roraima. 

De acordo com o gerente administrativo da agência Boa Vista-RR, André Luiz Silva, o crédito será destinado para a criação de animais de pequeno porte e para a produção de mandioca, através da agricultura familiar. “Em dois dias de visita, foi possível constatar a realidade da produção de alimentos realizadas pelos pequenos produtores, com a validação dos projetos elaborados pela SEAPA e assim firmar o contrato de crédito”, explicou o gerente.  

“Foi uma importante ação do Banco de inclusão social e universalização do crédito, bem como de avanço nos canais digitais e na pulverização do crédito”, comentou o gerente geral da agência Delvan Silva. 

Linha Pronaf B totalmente digital 

Por meio do Pronaf B, agricultores e produtores rurais familiares (pessoas físicas) com renda bruta familiar de até R$ 23 mil, nos 12 meses de produção normal que antecederam a solicitação da Declaração de Aptidão ao PRONAF (DAP), podem ter crédito por meio do Basa Digital. 

De acordo com o superintendente Esmar Manfer, é uma plataforma de crédito, que disponibiliza a linha PRONAF B, ampliando o acesso ao crédito por parte de agricultores familiares.  

O Basa Digital já está sendo acessado nos estados do Pará, Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima e conta com mais de 16 empresas parceiras com acesso habilitado ao serviço. Até o final de 2020, foram cadastrados na plataforma, aproximadamente, 650 clientes, 300 técnicos agrícolas habilitados e cerca de 290 propostas aprovadas de forma automática.  

Neste ano, o BASA vai disponibilizar as seguintes linhas de crédito no BASA Digital: PRONAF Custeio, PRONAF Mais Alimentos, PRONAF Floresta, Custeio AGRO, Veículos, Máquinas e Equipamentos, Energia Verde, Capital de Giro Produtor Rural, Capital de Giro Empresa. Com o BASA Digital, o Banco pretende ampliar a sua aplicação de crédito nos municípios da Amazônia Legal.



POSTS RELACIONADOS