BASA CONCEDE OPORTUNIDADE DE SUSPENSÃO DE PARCELAS DE FINANCIAMENTOS E EMPRÉSTIMOS ADIMPLENTES




Empreendedores de todos os portes e segmentos que contraíram financiamentos e empréstimos no Banco da Amazônia (BASA) podem solicitar a suspensão do pagamento das suas parcelas por seis meses. A medida foi criada para minimizar os impactos do avanço do novo coronavírus na região amazônica e vai atender 150 mil clientes pessoas físicas e jurídicas da instituição.

Para o empresário Francisco Gomes Neto, proprietário do Restaurante Govinda, essa prorrogação será a “tábua de salvação” de muitos empreendedores, especialmente das micro e pequenas empresas. “Outras instituições estão oferecendo dois ou três meses, mas o BASA está prorrogando por seis meses. Será um super fôlego para os negócios”, comentou.

Francisco Neto possui financiamento em andamento no Banco. Ele lamenta que os atendimentos em seu restaurante caíram aproximadamente 70%. “Antes da quarentena atendíamos em torno de 200 pessoas, agora por volta de 70 pessoas”, revelou. Tudo está sendo por meio de delivery. “Criamos opções de pratos com preços mais acessíveis, disponibilizando mais opções de produtos para minimizar os sérios impactos nos resultados financeiros da empresa”.

De acordo com o presidente do BASA, Valdecir Tose, a suspensão das parcelas visa beneficiar os empreendedores e produtores rurais de toda a Amazônia e a economia da região, sobretudo, aos micro e pequenos negócios e dos informais que serão os mais afetados com a pandemia do coronavírus.

Valdecir Tose informa que o Banco enviou uma minuta para o Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) solicitando uma suspensão de 12 meses para os casos dos financiamentos do FNO (Fundo Constitucional de Financiamento do Norte). “Consideramos que será longa a recuperação, simulando que ainda teremos no mínimo mais 45 dias para normalização”, ponderou o presidente.

Como suspender as parcelas

O diretor de Crédito do Banco, Roberto Batista, explica que a prorrogação das parcelas de empréstimos e financiamentos é para operações de crédito comercial e de fomento, contratadas até fevereiro de 2020.

Os interessados na prorrogação das parcelas por seis meses devem fazer a adesão através de plataforma, que ficará disponível no site institucional do Banco.

Canais de Atendimento

Além dos canais mencionados, o BASA dispõe do site institucional (www.bancoamazonia.com.br), do Whatsapp (91-4008-3785), do Fale Conosco (4008-3888) de Segunda a Sexta (excetos feriados) das 8h às 18h, neste caso exclusivamente para contratos com Pessoas Físicas, do Serviço de Atendimento ao Consumidor (0800 727 72 28 – Reclamações, Sugestões e Elogios, 24 horas por dia), os canais digitais Mobile Banking (aplicativo) e o Internet Banking. No caso do app, é necessário atualização da versão através da loja de aplicativos.

As agências estão com o expediente de quatro horas para atendimento aos clientes. Aos enquadrados como grupo de risco da Covid-19 estão tendo atendimento prioritário. No entanto, o BASA estimula o uso dos canais digitais.



POSTS RELACIONADOS